Bolas temari ou princesa bola

Temari são bolas incrivelmente bonitas, e cada uma é única em seu próprio caminho. Sua história é muito antiga e remonta à China antiga. Apesar da idade considerável de tal bordado, ainda não perdeu sua relevância e é popular. Não basta saber como criar o temari e o que é necessário para isso, é importante entender essa arte e respeitar seu propósito.

A história da arte da Temari

A história da arte da Temari

Inicialmente, as bolas de temari eram artesanato chinês. Eles tinham um objetivo excepcionalmente prático - salvar remendos de tecido e pedaços de linha. No século VIII eles foram emprestados pelos japoneses, após o que eles adquiriram uma hipóstase completamente diferente. A primeira vez que eles foram chamados de "kemari" e costumavam chutar seus pés. Eles também foram usados ​​por malabaristas de rua. Mas esses temari, aos quais estamos acostumados, só apareceram depois do século XIV. Foi nessa época que eles começaram a ser decorados com fios de seda, e as bolas adquiriram um status decorativo.

Antepassados ​​Temari, como a arte, tornaram-se filhas samurais, após o que a criação de bolas tornou-se a arte popular do Japão. Cada região do país tinha seu próprio ornamento. As bolas começaram a ser usadas para andar com as mãos, bordá-las e decorá-las de todas as maneiras possíveis. Com o tempo, os materiais foram alterados e expandidos. No século XIX eles começaram a usar fios de algodão para decoração, e os padrões se tornaram mais complexos.

Os ricos aristocratas do Japão consideravam o temari de grande valor. Estas bolas foram usadas como um presente que simbolizava uma vida próspera e feliz. Portanto, Temari tem outros nomes - a bola da princesa ou a bola da felicidade. Deixando a casa após o casamento, a menina manteve uma bola criada em sua juventude, que serviu como um amuleto e uma lembrança de sua casa.

Há dois séculos, os fios de seda tornaram-se mais acessíveis e a arte de criar bolas de felicidade chegou aos pobres. Desde então, esta arte é considerada arte popular, e especialmente a criação do temari tornou-se uma tradição de gerações.

Como fazer o temari tradicional?

Como fazer o temari tradicional?

A master class detalhada para fazer o temari não é necessária. Neste caso, a fantasia e as mãos hábeis são importantes. O processo de criação deve ser abordado com bom humor e tempo livre, pois o trabalho é bastante laborioso. O conjunto de materiais consiste em uma base para a bola, remendos de tecido, linhas favoritas, bem como pinos brilhantes. A base pode ser substituída por panos desnecessários, que devem ser amassados ​​em uma bola, ou qualquer outro material capaz de manter a forma.

A base selecionada deve ser rebobinada com linhas o mais apertadas possível - a qualidade da junção adicional do temari depende disso. Portanto, a bola deve obter a forma correta com a superfície mais uniforme.

Em seguida, na criação de uma necessidade de estabelecer marcação. Para isso, pinos com cabeças brilhantes são usados ​​para torná-los claramente visíveis. Na bola, eles devem estar localizados como os meridianos e paralelos do globo. Para facilitar a navegação, você pode usar fitas de papel que incorporarão o padrão futuro. Quando os pinos estão na bola, você pode começar o bordado com fios de seda ou algodão.

Essa é a principal coisa que você precisa saber para criar Temari. Uma master class mais desenvolvida para iniciantes também pode falar sobre diferentes técnicas de bordado, mas cada garota cria um padrão individualmente. Hoje em dia, bolas de felicidade também encontraram seu nicho. Eles também são usados ​​como presentes e lembranças, não raramente usados ​​em design de interiores. Temari decorar árvores de Natal e pendurar a cama do bebê. Eles são reconhecidos por admirar sua sutil beleza oriental e filosofia interna.

Adicionar um comentário