Mordida de carrapato

O perigo de pegar um carrapato esconde seu cão, não só na floresta ou em um parque sombrio coberto de árvores, mas até mesmo no quintal. Se o tempo não remover o carrapato do cão, pode causar uma doença perigosa, chamada piroplasmose. Esta doença é mais ativa na primavera. Depois que o carrapato morde o cão, os parasitas do sangue entram no sangue do animal, que é a causa da doença.

Como reconhecer uma picada de carrapato em um cachorro?

A picada do carrapato em si não detecta nenhum sinal que não seja a presença do próprio parasita. Portanto, assim que você e seu animal retornarem de uma caminhada, examine imediatamente o cão em busca de carrapatos. Inspecione o animal com o maior cuidado possível.

Como reconhecer uma picada de carrapato em um cachorro?

  • Se você encontrar um carrapato, então você precisa removê-lo imediatamente do corpo do seu animal de estimação. Isso é mais fácil de fazer com uma pinça ou uma ferramenta especial. Assim que você fixar o carrapato com uma pinça, comece a girá-lo em torno de seu eixo até apertar suas mandíbulas. Somente após este carrapato você pode remover suavemente da pele.
  • Para soltar o seu aperto, você pode soltar óleo ou gasolina no carrapato. Puxar a carraça do corpo do animal deve ser feito com cuidado, caso contrário, o aparelho bucal do inseto pode permanecer sob a pele. Não há nada de perigoso nisso, apenas um animal experimentará um sentimento desagradável, como se houvesse uma lasca sob sua pele.
  • Então o cão deve ser observado de perto por 5-7 dias. Seu animal de estimação pode ter uma doença que não apresenta sinais de 4 a 5 dias a 3 semanas. Nos primeiros dias após a picada desses mesmos parasitas que entram no corpo de um animal após uma picada de carrapato, é impossível detectá-los. Portanto, é necessário monitorar de perto as mudanças no comportamento e bem-estar do animal, bem como medir constantemente sua temperatura (duas vezes ao dia).

Se você notar sinais óbvios de doença, contate imediatamente seu veterinário. Afinal, pode ter sérias conseqüências para o amado animal. A maneira mais fácil de pegar essa doença é filhotes e cachorros jovens. Mas os cães de piroplasmose mais facilmente tolerados com mais de 4 anos.

Sintomas de piroplasmose em cães

O fato de seu cão estar doente com piroplasmose pode ser identificado pelos seguintes sinais:

  • O animal parece letargia e deprimido em geral
  • As membranas mucosas tornam-se pobres ou ficam amareladas.
  • Há lentidão nos movimentos.
  • A urina do cão torna-se a cor das folhas de chá (isto acontece 2-3 dias após o início da doença)
  • O cão mostra fraqueza nas patas traseiras.

Sintomas de piroplasmose em cães

No entanto, a doença pode ocorrer de forma atípica. Ou seja, a temperatura do animal pode ser normal, mas causa vômitos e diarréia, assim como outros sinais que não são típicos dessa doença. Neste sentido, depois de uma picada de um carrapato, encontrando até as modificações mais insignificantes na condição do seu animal, imediatamente leve-o ao veterinário.

Prevenção de piroplasmose em cães com picada de carrapato

A piroplasmose para cães é fatal em 98% dos casos, portanto, se um animal estiver doente, o tratamento prescrito por um veterinário é obrigatório! Mas é muito mais fácil realizar a prevenção do que o tratamento. Medidas preventivas contra a piroplasmose incluem: vacinação (esta medida não protege contra a aparência da doença, mas ajudará a evitar a morte), o uso de agentes antiparasitários (coleiras, gotas na cernelha, sprays, etc.) - é melhor usar várias variedades de uma só vez. Uma inspeção minuciosa do animal é também uma medida preventiva e OBRIGATÓRIA (!). Durante o exame, preste atenção especial à área da cabeça, virilha, pescoço e peito.

Veja também: Piroplasmose em cães: sintomas e tratamento

Lembre-se de que somos responsáveis ​​por aqueles que domaram. Seu cão precisa de proteção e manuseio cuidadoso. Não esqueça de monitorar a saúde de seus animais de estimação. Então eles serão lindos, alegres, afetuosos e alegres.

Adicionar um comentário