Carne de alce

Desde a Idade da Pedra, as pessoas comiam carne de alce. Então eles mal pensaram sobre seus benefícios e danos, sendo guiados apenas pelas possibilidades de pesca e sabor. O homem moderno também trata a carne dos alces com respeito. É considerado um prato exótico e custa muito dinheiro - devido às propriedades deste tipo de carne e à falta de produção industrial.

A fonte da proteína n º 1

Os benefícios e danos da carne de alce

Na Rússia, a criação de alces, que estava se desenvolvendo ativamente nos anos 20-30 do século XX, declinou após a guerra, e todas as fazendas de alces foram fechadas. Apenas um complexo de sanatório perto de Kostroma permaneceu até nossos dias, onde pacientes com problemas gastrointestinais são tratados com leite e carne da presa.

Enquanto isso, em termos de teor de proteína, a carne de alce ocupa um lugar de liderança entre outros tipos de carne. Além disso, o conjunto e proporção de aminoácidos neste produto é o mais adequado para o corpo humano.

Do ponto de vista culinário, a carne da carne conservada pode ser chamada de "material" universal, pois é cozida de várias maneiras:

  • cozinheiros;
  • frito;
  • cozido;
  • guisados.

A principal coisa - para escolher um jovem myasco, para que ele tenha o mínimo de gordura possível. E também: é melhor que seja fêmea: então o sabor do prato acabado será ainda mais tenro.

Os benefícios

Os benefícios do alce

A carne de alce é considerada uma das fontes mais ricas de vitamina B 12, assim como:

  • Ácido pantotênico, que está envolvido no metabolismo de carboidratos e gorduras no corpo;
  • biotina, desencadeando a troca de glicose;
  • músculo liso estimulando a musculatura intestinal;
  • zinco, que suporta o sistema reprodutivo do corpo e regula o metabolismo;
  • fósforo, que fortalece os tecidos de todos os órgãos.

Mas colesterol e gorduras em carne de alce estão presentes em quantidades muito pequenas, por isso é tão útil incluí-lo na dieta. Os médicos recomendam comer alce 2-3 vezes por semana para:

  • manter a função cerebral normal, manter o senso comum, a memória, desenvolver habilidades mentais;
  • manter a imunidade;
  • acelerar o metabolismo;
  • fortalece ossos e músculos;
  • estabilizar o nível de hemoglobina no sangue;
  • melhorar a qualidade do esperma.

Devido ao consumo regular de carne de alce, o sistema vascular é fortalecido e as fezes são normalizadas.

Quanto à evidência externa de seu impacto positivo na saúde, aqui você pode ligar para:

  • melhorando a pele e a pele de todo o corpo;
  • fortalecimento das placas ungueais;
  • aumento do crescimento do cabelo.

Para aqueles que sonham com uma figura esbelta, o uso de sahatina também vai jogar na mão: seu conteúdo calórico é de apenas 100 kcal. O baixo valor energético em combinação com a ausência de carboidratos faz da carne um produto universal na preparação de várias dietas terapêuticas e profiláticas. No entanto, além dos benefícios, a carne de alce pode ser uma fonte de danos potenciais à saúde.

Dano e contra-indicações

Os benefícios e danos da carne de alce

A carne de alce é considerada útil somente se duas condições forem atendidas:

  • animal jovem;
  • O velho viveu seu curto século em uma área ecologicamente limpa.

Se algum desses fatores estiver faltando, o produto pode ser uma fonte de grandes problemas de saúde. Como comem carne de alce selvagem, existe o risco de o produto conter muito sal de metal pesado, o cádmio. Isso se deve ao modo de vida do gigante da floresta e sua nutrição. Além disso, as gramíneas de pântanos que fazem parte da dieta habitual do animal podem ser criadouros de parasitas que tornam a carne de alce uma possível fonte:

  • encefalite;
  • Doença de Lyme.

Muitas vezes, os indivíduos adultos sofrem de finnoz - uma doença causada por vermes parasitas em seu corpo. O principal sintoma da doença - pequenas bolhas moles nas camadas do tecido muscular. Se a carne de alce estiver mal cozida ou mal servida, a pessoa que a tenha comido pode facilmente ser infectada.

Com respeito a contra-indicações, para sohatina esses estão ausentes, exceto a intolerância individual desta carne. Portanto, antes de colocar um pedaço apetitoso de carne de alce no seu prato, você deve experimentar um pequeno pedaço e verificar a reação do corpo a tal alimento incomum.

Como tornar os alces mais saudáveis ​​e mais agradáveis?

como cozinhar carne de alce

A carne de alce é bastante difícil, por isso os cozinheiros recomendam cozinhá-la por pelo menos 3 horas após a imersão durante três dias em vinho branco. Só depois vale a pena começar a cozinhar todos os pratos de alce. É melhor servir guloseimas prontas com:

  • vegetais;
  • cereais;
  • produtos lácteos fermentados.

Tais acompanhamentos aumentarão os benefícios da carne de alce, mas também poderão mostrar seu sabor e propriedades nutritivas.

Os benefícios e malefícios da carne de alce exigem cuidadosa consideração, pesando os prós e contras - esta é a única maneira de evitar sérios problemas de saúde. Em busca de impressões culinárias exóticas, não se pode negligenciar a questão da origem do produto, porque não apenas o sabor da carne, mas também a possível infecção por parasitas depende dela. Por isso, é melhor encomendar carne de alce em restaurantes ou cafés respeitáveis.

Adicionar um comentário